fbpx

Odontopediatria

Odontopediatria


Infelizmente ainda existem muitas crianças que quando visitam pela primeira vez o dentista têm a necessidade de realizar tratamentos dentários ou sofreram um traumatismo dentário.

A odontopediatria (consulta específica para bebes e crianças) contribui para que esse primeiro contacto seja o mais agradável possível e que sejam possíveis fazer os respetivos tratamentos sem fobias futuras.
 
 
A prevalência de pacientes com respiração oral em idades precoces é cada vez maior, tornando-se um problema de saúde pública, provocando uma alteração do equilíbrio de forças exercidas pela língua, bochechas e lábios, o que pode condicionar a forma como as crianças crescem quer ao nível esquelético, muscular e dentário. As crianças com respiração oral apresentam ao nível extra oral entre outras características uma face alongada, lábio superior curto e incompetente e lábio inferior grosso e invertido, boca entreaberta em repouso, diminuição do terço inferior da face, extensão da cabeça, olheiras, nariz pequeno e arrebitado, hipotonia e hipofunção dos músculos elevadores da mandíbula. Ao nível intra oral podemos verificar alterações da postura e tônus da língua, desgastes dentários, palato estreito, profundo e em forma de V, mordidas cruzadas, mordidas abertas, overjet, classe II e gengivite na zona anterior.

Este tipo de respiração predominantemente tem alta prevalência (2º problema de saúde oral com maior incidência nas crianças , depois das cáries ) que pode interferir na qualidade de vida dos indivíduos, tendo um impacto ao nível estético (dentário e facial), ao nível da função mastigatória, deglutição, fonética, postural e da articulação temporo mandibular, mas apresenta possibilidade de tratamento caso seja diagnosticado e tratado precocemente.

As más oclusões ao nível da dentição decídua podem permanecer e agravar-se na dentição definitiva, por isso é fundamental um despiste e tratamento precoce dos seus factores determinantes. É também relevante um trabalho multidisciplinar entre diferentes áreas da medicina, bem como planear, prever e orientar o desenvolvimento facial, dentário e muscular.
Mas o paradigma da odontopediatria tem vindo a ser mais abrangente nos últimos tempos, já não se baseia só na prevenção de saúde oral e tratamentos dentários, mas também na promoção de um correcto desenvolvimento facial quer ao nível muscular, ósseo e dentário. Para isso é fundamental um trabalho integrado e multidisciplinar entre as diferentes áreas da saúde desde a gravidez.

Desde o nascimento podemos prevenir cáries e más oclusões, por isso a primeira visita ao dentista deveria ser feita até ao primeiro ano de vida.

Marcações